APOIO e DOAÇÕES

A Áfricanamente Escola de Capoeira Angola é uma organização totalmente autônoma e independente de órgãos governamentais, nossa missão é divulgar a filosofia da Capoeira Angola como um instrumento de educação e cidadania. Além das atividades desenvolvidas em nossa sede e no entorno, atualmente temos vários integrantes da nossa escola atuando como educadores sociais, compartilhando com crianças e adolescentes as ideias de união e coletividade.
Você pode ajudar a manter o nosso espaço e as nossas atividades sempre em movimento. Fazendo uma doação de qualquer valor na Conta poupança: 3.678.0 - Agência: 0428 da Caixa Econômica federal em nome de Mário Augusto da Rosa Dutra.
Além de nos ajudar você poderá ganhar lindos brindes, como camisetas, Cds, Dvds e Agendas.
Desde já agradecemos!

Pessoas que estarão compartilhando seus conhecimentos no 7º Encontro Adão, Adão, cadê Salomé, Adão?




Tatiana Brandão / RJ 
(Associação de Capoeira Angola Mestre Marrom e Alunos) 
Contramestre de Capoeira Angola, formada por Mestre Marrom. Viajou para diversos lugares do Brasil se aprofundando da cultura, conhecendo mestres e participando de eventos. Destaca além do seu mestre, referências como mestre Nô, mestre Gato preto, Bigodinho, Boca Rica , Brandão e Cláudio de Feira. Já deu oficinas na Suécia, Londres, Escócia, França, Croácia, Alemanha, Finlândia, Israel, e EUA





Ana Paula “Índia” / RS 
(Grupo de Capoeira Dança do Matagal) 
Instrutora de Capoeira formada por Mestre Duda e Professor Africano em 2010. Participou de vários eventos nacionais, tais como: o Centro Capoeira Angola Angoleiro Sim Sinhô, Mestre Plínio-São Paulo; Fica Belo Horizonte e em diversos eventos de Capoeira no RS. Além de viagens a Bahia/Salvador, onde conviveu com mestres Jaime de Mar Grande, Lua de Bobó, Curió, Boca Rica, Faísca, Claudio, Pelé da Bomba na escola filhos de Bimba e Mercado Modelo. 





Val Benitez / RS 
(Grupo de Capoeira Angola Brasil)
Formada pelo Grupo Afro YLÚ AYÊ, da fundação cultural de Canoas. Acadêmica de Educação Física, com conhecimento e prática em Ballet Clássico, Jazz, Dança Afro, Coordenadora do Grupo Mojubá desde 2002. 
Iniciou a Capoeira em 1997, com o Grupo Angola Brasil, de Mestre Alfredo, aluno de Mestre Macaô, recebeu Cordel de instrutora de capoeira angola em 2011.




DAIANE DREHER
Cientista Social e capoeirista integrante da Africanamente Escola de Capoeira Angola. Aluna do Contramestre Guto desde 2004, participou de diversos eventos de capoeira angola em Porto Alegre, Rio de Janeiro e Salvador.






ELIANE MARQUES
Poeta e tradutora, coordena a Escola de Poesia e é aluna do Africanamente Escola de Capoeira Angola. Publicou "Relicário" (2009) e, com outros autores, em "Arado de Palavras" (2008); na Coleção "Dos Lados -1"; em “Novos Poetas 2012 - Prêmio Sarau Brasil”, nas revistas "ÁguaViva" e Alef. Co-roteirista do curta "Uma Carta ao Presidente"; editora do Jornal Ibero Americano de Poesia (2011) e da revista "Não é o Bicho" (2012). 





ELISÂNGELA TEIXEIRA
Educadora social e capoeirista integrante da Africanamente Escola de Capoeira Angola Aluna da Gil no núcleo da Cidade Baixa no Espaço Nomeando.







FABIANO SANTOS
Graduando em Ciências Sociais da UFRGS, educador e capoeirista integrante da Africanamente Escola de Capoeira Angola. É aluno do Contramestre Guto desde 2009 e participou dando aulas do Projeto Capoeira Dom Feliciano. Trabalha com a valorização dos indivíduos praticantes desta arte, agregando valores como a convivência em grupo e desenvolvendo o espírito de solidariedade através de atividades lúdicas.





GIL FLEHER
Multiplicadora cultural e capoeirista integrante da Africanamente Escola de Capoeira Angola. É aluna do Contramestre Guto e dá aulas de capoeira angola no núcleo Cidade Baixa no Espaço Nomeando.









JANE OLIVEIRA
Capoeirista da Associação de Capoeira Angola Navio Negreiro (ACANNE) – Bahia, aluna do Mestre Renê. Participou de eventos e oficinas de capoeira angola na França e em diferentes cidades brasileiras como Salvador, Belo Horizonte, Porto Alegre, Rio de Janeiro e Campinas.









MAGNÓLIA DOBROVOLSKI
Libertária, Capoeirista, Educadora Social e graduanda em licenciatura em Artes Visuais na UFRGS. Integrante da Africanamente Escola de Capoeira Angola, é aluna do Contramestre Guto desde 2008 e compartilha treinos com crianças desde 2009.







MAYARA SUANE
Artista popular, Capoeirista da Africanamente Escola de Capoeira Angola e pesquisadora autodidata em medicina natural.







NATÁLIA GIACOMELLO
Arte educadora, produtora cultural do Espaço Nomeando e capoeirista integrante do Africanamente Escola de Capoeira Angola. Professora de Filosofia da rede estadual de ensino e pesquisadora das manifestações populares. A oficina é composta por uma parte técnica, visando abordar noções e exercícios para pandeiro através da prática em ritmos como o coco, baião, congo e samba, acompanhados por outros instrumentos de percussão e cantos. Africanamente e Espaço Nomeando.


PIRATA (Rodrigo Gonçalves Leites) 
Capoeirista integrante da Africanamente Escola de Capoeira Angola, educador social, professor de História e pós-graduando em História Africana e Afro-brasileira. Trabalhou dando aulas de capoeira para crianças e adolescentes nos abrigos municipais Renascer e Raio de Sol; oficinas de Capoeira na Vila Chocolatão (Porto Alegre), no Assentamento do MST - Sepé Tiarajú (Viamão), na Escola Municipal de Ensino Fundamental José Plácido de Castro (Sapucaia do Sul). Atualmente ensina capoeira no Núcleo Áfricanamente Canoas/RS.





MARCO ANTONIO POGLIA
Capoeirista integrante da Áfricanamente Escola de Capoeira Angola e mestrando em Antropologia (UFF-RJ). Pesquisa sobre capoeira angola e culturas de matriz africana.



LARISSA CABALHEIRO
Bacharela em Educação física e professora de musculação e ginástica. Trabalha com pesquisa em avaliação física e postural.