APOIO e DOAÇÕES

A Áfricanamente Escola de Capoeira Angola é uma organização totalmente autônoma e independente de órgãos governamentais, nossa missão é divulgar a filosofia da Capoeira Angola como um instrumento de educação e cidadania. Além das atividades desenvolvidas em nossa sede e no entorno, atualmente temos vários integrantes da nossa escola atuando como educadores sociais, compartilhando com crianças e adolescentes as ideias de união e coletividade.
Você pode ajudar a manter o nosso espaço e as nossas atividades sempre em movimento. Fazendo uma doação de qualquer valor na Conta poupança: 3.678.0 - Agência: 0428 da Caixa Econômica federal em nome de Mário Augusto da Rosa Dutra.
Além de nos ajudar você poderá ganhar lindos brindes, como camisetas, Cds, Dvds e Agendas.
Desde já agradecemos!

28 março 2007

CAPOEIRA ANGOLA NO SEMINÁRIO NA UFRGS

No dia 06 de Março de 2007, Obá Oloriobá e Inajara Ramos participaram do Seminário "Mulher, Educação e Movimentos Sociais", realizado pelo DAFE da UFRGS.

Oloriobá falou sobre "Mulheres e manifestações culturais afrodescendentes em uma proposta de educação étnico-social", ao lado de Maria Conceição da ONG Maria Mulher, que explanou sobre as Mulheres negras e a Educação.


Ao final das palestras, teve momento artístico-cultural onde Inajara e Oloriobá tocaram berimbau e jogaram capoeira angola em memória à Acotirene, N'zinga, Dandara e a todas as mulheres guerreiras de nosso País.


ANGOLEIRAS À FLOR DA PELE
Poesia criada por Inajahra Ramos
"Somos mulheres angoleiras, por natureza guerreiras.
Vivemos no mundo da capoeira angola.
Capoeira angola, que ajuda a contruir identidades, autonomia, respeito ao próximo.
O berimbau comanda a trilha sonora de um vida, onde se aprende a perder e também a ganhar.
Compartilhar os saberes, a respeitar o mais velho ou aquele que possui mais conhecimento, adquirido ao longo de sua trajetória. "O valor dos ancestrais'.
A capoeira nos leva a uma viagem imáginária à África existente dentro de todos nós brasileiras/os.
Com a Áfricanamente conquistamos nosso espaço de mulheres multiplicadoras, expressando linguísticamente e corporalmente os saberes infinitos do universo da capoeira."