APOIO e DOAÇÕES

A Áfricanamente Escola de Capoeira Angola é uma organização totalmente autônoma e independente de órgãos governamentais, nossa missão é divulgar a filosofia da Capoeira Angola como um instrumento de educação e cidadania. Além das atividades desenvolvidas em nossa sede e no entorno, atualmente temos vários integrantes da nossa escola atuando como educadores sociais, compartilhando com crianças e adolescentes as ideias de união e coletividade.
Você pode ajudar a manter o nosso espaço e as nossas atividades sempre em movimento. Fazendo uma doação de qualquer valor na Conta poupança: 3.678.0 - Agência: 0428 da Caixa Econômica federal em nome de Mário Augusto da Rosa Dutra.
Além de nos ajudar você poderá ganhar lindos brindes, como camisetas, Cds, Dvds e Agendas.
Desde já agradecemos!

18 março 2008

CAPOEIRA ANGOLA (possíveis origens)

Através da tradição oral e de raros registros, sabe-se que foram os africanos escravizados, aqui no Brasil, que desenvolveram essa arte e algumas versões são normalmente bastante aceitas no meio capoeirísticoAcredita-se “ser a Capoeira de origem africana, mais precisamente da Ilha de Lubango, na aldeia dos MUCOPES, localizada no sul de Angola. (...) Na época do acasalamento das zebras, os machos, a fim de ganharem a atenção das fêmeas, travavam violento combate. Daí os jovens guerreiros mucopes passaram a imitar alguns passos desse ritual, que denominaram de N’GOLO” e que servia também para decidir durante a época da EFUNDULA, ocasião em que as meninas que já tinham atingido a puberdade e, estando assim prontas para o casamento, teriam como marido aquele guerreiro que tivesse a melhor performance na prática do N’GOLO”.
Já na ilha do Cabo existia um ritual, conhecido como “BASSULA”, “(...) onde um derruba o outro através de agarramento, balões, pegar as pernas para derrubar, pescoço, cintura, o objetivo é derrubar o adversário, talvez os golpes de derrubar, de desequilibrar na Capoeira, tenham vindo da Bassula, tem também a ‘kabangula’, que é uma luta de mão, que é um tipo de boxe com as mãos abertas. (...) Tem também o ‘Umundinhu’, que é um ritual, um jogo, que usa as mãos e os pés, e tem também as danças acrobáticas”.
Possivelmente a Capoeira seja a mistura destas culturas, danças guerreirase rituais africanos, adaptadas como luta de libertação ao sistema de escravidão que estavam enfrentando no Brasil.